Ir para a home      
 
Publicidade
Altera o tamanho da fonte:
18/11/2020 07:31:03
Piracicabana deixa São Roque e Grupo Bragança deve assumir linhas na cidade


AMPLIAR FOTO


A direção da empresa Piracicabana retirou da garagem em São Roque na madrugada desta quarta-feira, 18, todos os ônibus.

Quando os funcionários que estão em greve chegaram para continuar a paralisação, em frente a garagem, não havia nenhum ônibus.

A empresa havia recolhido seus veículos.

Segundo os funcionários que ligaram para o São Roque Notícias, a empresa Bragança, que opera em várias cidades, inclusive em Ibiúna, já estaria assumindo as linhas a partir de São Roque no lugar da Piracicabana.

A greve na Piracicabana completou 15 dias nesta terça-feira.

A Piracicabana faz linhas intermunicipais de São Roque à Itapevi passando por São João Novo, e ainda São Roque à Cotia, São Roque à Araçariguama e Araçariguama à Pirapora do Bom Jesus; além de Araçariguama à Itapevi.

A Artesp e o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e região devem se posicionar sobre a mudança.

Veja a reportagem sobre os 15 dias de greve na Piracicabana acompanhada pelo São Roque Notícias.

Desde o dia 03 de novembro, segundo a reportagem do São Roque Notícias que acompanha a paralisação, o ato é realizado na Empresa.

70% dos ônibus não saíram da garagem desde o reínicio da greve.

Representantes do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e os trabalhores da Viação Piracicabana continuam frente à garagem da Empresa que fica no km 63 da Rodovia Raposo Tavares no bairro São Rafael.

A Piracicaba faz linhas intermunicipais de São Roque à Itapevi passando por São João Novo, e ainda São Roque à Cotia, São Roque à Araçariguama e Araçariguama à Pirapora do Bom Jesus; além de Araçariguama à Itapevi. 

30% da frota está circulando, o que compreende 01 ônibus para cada uma das cidades atendidas.

Assim, não há horários definidos, apenas um intervalo longo de cada viagem.

Passageiros ficam horas no ponto de ônibus.

No dia 29, houve a primeira paralisação que durou o dia todo.

Na noite deste mesmo dia a greve foi sido suspensa e os ônibus voltaram a circular normalmente na sexta-feira, 30.

A circulação foi normal também no sábado 31, no domingo, 01 e na segunda, 02.

Na terça-feira, 03, teve o reinício da greve.

Agora, representantes do Sindicado e funcionários aguardam uma negociação com a Empresa. 

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e região, a greve está sendo realizada no momento porque a Empresa está demitindo funcionários.

Ainda segundo o Sindicato, recentemente foram 13. 

A entidade também acusa a Empresa de estar acumulando dupla função de trabalhadores e ainda de não cumprir o intervalo intrajornada corretamente. 

O Sindicato, afirma que as demissões são ilegais. 

Segundo alguns funcionários, a direção da Empresa quer ainda demitir os cobradores e deixar que motoristas façam a cobrança dos passageiros nos ônibus, tal medida não é aceita pelo Sindicato e funcionários.

O Sindicato pediu para que a Empresa faça a recontratação dos funcionários.

Na quinta a greve foi suspensa, porém, como não houve a readimissão, foi retomada.

Segundo o Sindicato, a Empresa foi notificada na sexta-feira, 23, sobre a possibilidade de greve, como não houve acordo, a paralisação foi realizada no dia 29 e depois suspensa, com retorno na terça, 03.

A Empresa Piracicabana informou que considera a greve ilegal, sem fundamentos jurídicos. 

A Piracicabana, faz alguns meses, já manifestou também o desejo de deixar de operar as linhas intermunicpais a partir de São Roque.  

A Empresa protocolou um pedido para saída dessa região na Agência Reguladora de Transportes Público do Estado de São Paulo, (ARTESP). 

Assim, a ARTESP teria de realizar um processo para que outra empresa possa assumir essas linhas. 

A Piracicabana informou que não está com salários atrasados dos funcionários, porém, o número de passageiros diminuiu muito e para o atual contrato de prestação de serviço, não consegue manter mais as depesas. 

Desse modo, alguns funcionários foram demitidos faz alguns dias, porém, durante os primeiros meses mais complicados da Pandemia, todos foram mantidos, segundo a Empresa. 

A Prefeitura de São Roque enviou que já enviou várias notificações à ARTESP, a primeira foi na quinta-feira, 29, solicitando urgência na questão das resoluções dos problemas envolvendo a Piracicabana devido a greve e demais assuntos. 

Depois foram outras duas notficações pedindo intervenção para a resolução do problema.


.


Fonte: da Redação



Parcerias
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

   Copyright 2010-2014 - São Roque Noticias - Direitos Reservados


Fale Conosco:

Publicidade
Jornalismo
Críticas e Sugestões


Mais Buscados:

acidente mairinque falecimento
noticia concurso rodeio
vinicola vacinacao