Ir para a home      
 
Publicidade
Altera o tamanho da fonte:
01/12/2020 23:39:29 - Atualizado em: 02/12/2020 09:14:07
Trans de Alumínio desapareceu em São Roque: Família pede ajuda para encontrá-la


AMPLIAR FOTO
Rayssa está desaparecida


O São Roque Notícias conversou com a família da trans Rayssa Eloá, 22 anos, que está desaparecida desde quarta-feira, 25.

A reportagem recebeu a informação do desaparecimento da jovem nesta terça-feira, 01, quando a família fez uma postagem sobre o sumiço nas redes sociais.

De acordo com levantamento do São Roque Notícias junto aos familiares, Rayssa que já morou em Itapevi, reside agora em Alumínio com os tios e avós, uma vez que seus pais são falecidos.

Rayssa tem um irmão, que também é trans e mora na mesma casa em Alumínio.

Segundo os familiares ao São Roque Notícias, Rayssa sempre morou com os parentes em Alumínio, mas, há 05 meses passou a viver na casa do namorado, com quem iniciou um relacionamento faz aproximadamente 06 meses.

O rapaz também mora em Alumínio, inclusive próximo da casa dos parentes de Rayssa.

No domingo, 22, segundo os familiares, Rayssa, teve um pequeno desentendimento com ele, porém, devido a frequência com que as situações ocorriam, ela resolveu voltar para casa dos parentes e dar um tempo.

Dessa forma, Rayssa dormiu na casa dos tios e avós no domingo, 22, na segunda, 23 e na terça 24.

Na terça-feira, segundo uma das tias de Rayssa, ela recebeu uma ligação de uma loja no Shopping Catarina, chamando para uma entrevista de emprego na quarta-feira, 25.

Segundo a tia, Rayssa ficou muito contente, estava desempregada havia algum tempo.

Disse ainda que a sobrinha se levantou na quarta-feira de manhã e se preparou para ir à entrevista.

Pegou o ônibus em Alumínio, por volta das 12h00 para ir até Mairinque e São Roque para depois ir até o shopping.

A tia contou que a entrevista estava marcada para às 15h00.

Rayssa teria ligado para um primo que mora em São Roque e pedido a ele que a levasse até o shopping, mas, depois ligou novamente dizendo que havia conseguido uma carona.

No fim da tarde, os avós de Rayssa vendo que ela não retornava e também que havia saído com celular da avó sem pedir permissão, avisaram uma das tias.

Mais tarde, a tia de Rayssa conseguiu falar com ela por volta das 19h00 por meio de mensagens.

Segundo a tia, Rayssa chegou a responder dizendo que já estava em São Roque e que voltaria para casa.

As horas se passaram e Rayssa não retornou.

A tia, no dia seguinte tentou ligar no celular que Rayssa estava, aparelho que era da vó, porém, já estava na caixa postal.

Também informou que tentou contato por facebook, mas, sem sucesso.

Os demais parentes começaram a procurar por ela, inclusive com amigos, mas todos disseram não saber onde ele estava.

Os familiares conseguiram encontrar nas redes sociais uma foto postada na noite de quarta-feira onde Rayssa aparece com um grupo de pessoas na Praça Largo dos Mendes, em São Roque.

Descobriram então que ela foi vista nessa Praça durante a noite e depois, não sabem o que aconteceu.

Desde então, segundo os parentes, não conseguem mais nenhum contato com ela.

Ainda informaram que não têm contato com nenhuma dessas pessoas que aparecem na foto com Rayssa para informar algum detalhe.

Chegaram a ir à casa do agora ex-namorado, mas, ele disse não ter visto ela.

Os familiares relataram ao São Roque Notícias que desde quarta-feira, estão fazendo buscas por Rayssa.

Uma das tias disse que aguardou até esta terça-feira sem publicar algo e nem informar a polícia, pois acreditava que Rayssa iria aparecer.

Comentou com a reportagem que Rayssa nunca foi de sair sem avisar, nunca dormiu tanto tempo fora de casa e nunca deixou de se comunicar.

Ainda estava com o celular da avó que pegou sem permissão.

Também, relatou que Rayssa toma remédios e que estão todos em casa, não deixaria de tomá-los.

A família está achando estranho o fato dela não se comunicar e desaparecer dessa forma.

Não sabem o que pode ter ocorrido para que ela não voltasse para casa.

“Não sabemos de nada, a última informação é de que ela estava na noite de quarta-feira no Largo dos Mendes em São Roque. Depois de lá, não sabemos para onde foi, com que estava e se estava com alguém”, disse a tia.

A esperança é de que ela esteja por aí, em algum lugar.

“Estamos torcendo para que ela esteja bem, que tenha ocorrido um surto, algo assim e então resolveu não voltar mais para casa, dessa forma temos esperança de encontrá-la e ajudá-la , finalizou a tia.

Os familiares pedem que se alguém tiver alguma informação que entre em contato de alguma forma.

Nesta quarta-feira, 02, completa uma semana.

O São Roque Notícias continua acompanhando.


Fonte: da Redação



Parcerias
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

   Copyright 2010-2014 - São Roque Noticias - Direitos Reservados


Fale Conosco:

Publicidade
Jornalismo
Críticas e Sugestões


Mais Buscados:

acidente mairinque falecimento
noticia concurso rodeio
vinicola vacinacao