Ir para a home      
 
Publicidade
Altera o tamanho da fonte:
03/05/2012 - Atualizado em: 05/05/2012 21:02:44
Aniversário
Jornal o Democrata realiza festa em sua sede na comemoração dos 95 anos


AMPLIAR FOTO


AMPLIAR FOTO


AMPLIAR FOTO


AMPLIAR FOTO


AMPLIAR FOTO


AMPLIAR FOTO


AMPLIAR FOTO


O Jornal O Democrata de São Roque realizou uma festa com bolo, refrigerante e salgadinho, na terça-feira, 01, em sua sede na Rua Marechal Deodoro, no centro da cidade para comemorar o aniversário de 95 anos do semanário.

O evento contou com convidados, autoridades e familiares dos Irmãos Boccato que fundaram em 1971 O Democrata.

Todos se reuniram, inclusive algumas gerações da família, para festejar mais um ano de vida do veículo.

Além de muito bate-papo entre amigos e histórias antigas, também houve a apresentação de fotos marcantes do jornal que foram mostradas num telão.

Ainda foi rodado cenas do filme, “Balas Encravadas”, que foi gravado em São Roque.

Veja algumas fotos; clique na imagem

A colunista e advogada Simone Judica escreveu um artigo no O Democrata na última semana e que reproduzimos abaixo;

Quisera existisse a tão sonhada máquina do tempo…
Embarcaria, pois, rumo ao dia 1º de maio de 1917 para, naquela manhã outonal, vivenciar o alvorecer de O Democrata!
Sentada em um banco da Praça da Matriz, emoldurada por primorosa arquitetura colonial, sentindo a brisa fresca tão peculiar ao clima serrano de São Roque, certamente logo avistaria o Prof. Antonio Villaça acompanhado pelos tipógrafos Heitor e Francisco Boccato… Sim, eles mesmos, trazendo nas mãos os primeiros exemplares de O Democrata!

Notaria, por certo, o Prof. Villaça e os irmãos Boccato a distribuir o exemplar inaugural de O Democrata denotando um misto de orgulho e satisfação, semelhante àquele que acomete as mães, quando apresentam, a familiares e amigos, seus filhos recém-nascidos…

Aquela primeira folha, caprichosa e artesanalmente elaborada e impressa, provocou deliciosa agitação na cidade! E foi passando de mão em mão, entrando em lares e comércios, sendo lida e comentada, recebendo elogios, críticas e sugestões, tal como até hoje se dá, a cada novo exemplar posto em circulação.
Talvez seja essa uma percepção poética do nascimento de O Democrata. Pueril, diriam alguns; romântica, cogitariam outros…

Todavia, é inquestionável que houve auspiciosa recepção ao seu primeiro exemplar, constituindo-se em fator decisivo a encorajar a continuidade do trabalho, a cada nova semana. E, assim entusiasmados, seus idealizadores seguiram cativando outros cidadãos e motivando-os a participar do empreendimento escrevendo artigos, veiculando notícias, publicando anúncios, lendo e comentando as edições.
Antes de ser jornalista, o Prof. Villaça era educador e sua carreira no ensino público levou-o a caminhos distantes de São Roque. Com isso, os irmãos Boccato, na década de 1920, assumiram a direção do jornal, que segue, até hoje, sob os cuidados da família.

Sob tal condução, O Democrata, modestamente iniciado, cresceu, ganhou solidez e envolveu de tal modo a comunidade, que se tornou patrimônio não apenas de seus proprietários, mas da cidade de São Roque.

Seus criadores foram visionários! Afinal, nos árduos tempos da Primeira Grande Guerra, quando não se sabia que rumo o mundo tomaria e o que dele restaria, não somente criaram um jornal, como o batizaram com o significativo nome de “O Democrata”, sinalizando, desde logo, sua independência e o propósito de representar a voz e os interesses do povo.

Porém, por mais visionários que fossem, não creio que ousassem imaginar as proporções que sua criação atingiria: a outrora singela folhinha foi tendo suas páginas e tiragens de tempos em tempos multiplicadas; as históricas linotipos, onde o jornal era, letra a letra, confeccionado, tornaram-se peças de museus, cedendo lugar à diagramação digital; parte de papeis e tintas deixou de ser usada, quando O Democrata ganhou dimensão virtual, viajando mundo afora, pelas asas da tecnologia!

O Democrata, nesta quase centenária trajetória, coleciona inúmeros méritos. Entre eles, destaca-se, por óbvio, sua longevidade, diferenciando-o da maioria absoluta dos periódicos com fundação contemporânea à sua e hoje registrados na história como folhas desde há muito mortas.

Tal longa vida resulta de empenho, dedicação e perseverança dos três diretores que o têm conduzido: Prof. Antonio Villaça, Sr. Heitor Boccato e Prof. Elcio Boccato.
Na honrosa qualidade de colaboradora de O Democrata há longos anos e frequentadora assídua de sua pitoresca redação, posso afiançar que esse conjunto de virtudes é insuficiente para explicar a presença perene, marcante e bem-quista de O Democrata em São Roque e na vida dos são-roquenses.

O Democrata sagra-se semanalmente vitorioso e tem lugar cativo na vida de todo são-roquense por saber guardar e promover, quase um século após sua fundação, o mesmo estilo editorial e o inarredável compromisso assumido por seus criadores: fazer um jornal familiar, alicerçado nos valores éticos da pacificação social e da busca do bem-estar da coletividade, – ideais que persegue divulgando notícias e opiniões de modo sempre imparcial, respeitoso e avesso ao malévolo propósito de fazer intrigas e semear contendas.

Parabéns, O Democrata!
Que venha seu centenário, conservando-se a tradição e os ideais que até aqui o sustentaram!

Simone Judica


Fonte: Da redacao




Parcerias
 
PRADO GÁS E ÁGUA
 
G1
 
JADLOG
 
CAMPESTRE
 
PIZZARIA BEPPE
 
   Copyright 2010-2014 - São Roque Noticias - Direitos Reservados


Fale Conosco:

Publicidade
Jornalismo
Críticas e Sugestões


Mais Buscados:

rodeio acidente
mairinque falecimento FOTOS
falecimentos classificados